Central de Roubo

Sascar: 0800-648-6003

Cargo Tracck: 0800-722-7002

Televendas

0300-789-6004

FAQ do Cliente

Solicite um Orçamento

  • 38% dos acidentes em rodovias envolvem veículos pesados

    De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), 38% dos acidentes nas rodovias federais envolvem veículos pesados. Os dados preocupam, pois caminhões e ônibus representam apenas 4% da frota nacional. Os acidentes mais comuns estão relacionados a saídas de pista, tombamento e choque com objeto fixo.

    Em outro levantamento da Polícia Rodoviária Federal, em 2016, 30,8% dos acidentes registrados foram causados por falta de atenção, seguidos por velocidade incompatível (21,9%), ingestão de álcool (15,6%); desobediência à sinalização (10%); ultrapassagens indevidas (9,3%); e sono (6,7%).

     

    90% dos acidentes podem ser evitados

    O Brasil é o quinto país do mundo com mais mortes no trânsito, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde). Para o Observatório Nacional de Segurança Viária, 90% dos acidentes de trânsito podem ser evitados. De acordo a entidade, três principais motivações dos acidentes estão relacionadas e podem ser agrupadas em “Fator Humano, Fator Veículo e Fator Via”.

    A entidade aponta que 5% dos acidentes têm motivação em falhas no veículo. Outros 5% estão associadas ao “Fator Via”. Neste caso, são problemas que envolvem estradas mal sinalizadas, mal projetadas ou mal conservadas.

     

    Custos dos acidentes

    Além do forte impacto emocional que um acidente de trânsito pode causar, os custos relacionados a eles também são altos.  Segundo o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), no ano de 2014, os 170 mil acidentes de trânsito ocorridos nas rodovias federais brasileiras geraram um custo para a sociedade de R$12,3 bilhões. Deste total, 43% se refere a perda de produção econômica das pessoas, 30% representa o custo de danos veiculares e 20% são os gastos hospitalares.

    Um outro estudo realizado pela Associação de Gestão de Despesas de Veículos (AGEV), indica que os prejuízos causados por acidentes no transporte rodoviário, que representa 60% do transporte de carga no Brasil, podem ser até 12 vezes maiores do que os impactos gerados pelo roubo de cargas.

     

    Tecnologia para prevenir acidentes e reduzir custos

    Pesquisa CNT Rodovias 2016, aponta que 58,2 % das rodovias pesquisadas (100% das rodovias federais e as principais estaduais) apresentam algum tipo de problema, considerando as condições do pavimento, da sinalização e da geometria da via. Isso gera, segundo o estudo, um aumento médio do custo operacional de 24,9% devido às condições do Pavimento

    Essa realidade perigosa das rodovias brasileiras, tem levado as transportadoras a investir em tecnologias que possibilitam melhorar a dirigibilidade dos motoristas.

    É o caso da Transportadora Ivoglo, localizada em Cuiabá, Mato Grosso. “Hoje o que nós temos aqui, respirando o dia todo, é segurança. Então nós trabalhamos para que o motorista volte sempre para casa com vida, para sua família e bem de saúde. Esse é objetivo da gente”, afirma Mauro Ivoglo, proprietário da empresa. Ele instalou nos caminhões da sua frota tecnologias como o Rotograma Falado e Telemetria CAN da Sascar.

    O Rotograma Falado permite o disparo de mensagem de voz alertando o motorista na cabine momentos antes de entrar em trechos perigosos, evitando acidentes em tempo real. “O Rotograma Falado foi muito bom, pelo seguinte: é para um trevo, uma curva, uma descida de serra, uma estrada de chão, uma ponte. Muitas vezes você vai numa “BR” que você não conhece e tem uma curva ali para fazer a 50 Km por hora, a 60 km por hora.  E o Rotograma Falado vai te avisar. Foi muito bom esse sistema para isso, para cuidar da segurança dos motoristas,” declara Julimar Vicente, motorista da Ivoglo.

    A Telemetria CAN possibilita que a transportadora determine a velocidade de pista seca ou molhada, monitore conduções de risco como tráfego em ponto morto, acelerações e freadas bruscas, por exemplo. Assim, o gestor consegue identificar comportamentos de risco ao volante para que sejam tomadas ações preventivas.

    Outro usuário da Telemetria CAN Sascar é a VB Logística, situada em Paulínia, São Paulo, que tem como boa parte da sua operação o transporte de combustíveis. Para o gerente geral da empresa, Amadeu Queijo, a missão da companhia é fazer uma operação segura e rentável. Para ele, é impensável operar sem o sistema de telemetria. “Cem por cento da informação do que está acontecendo na minha operação vem do sistema de telemetria: onde estão meus caminhões, quantos quilômetros percorreram, consumo de diesel, que horas o motorista abriu jornada, necessidade de manutenção que o caminhão tem… Trago tudo isso para o sistema e o utilizo como fonte de informação para a gente gerenciar nosso dia a dia”, declara Amadeu.

    “Hoje a nossa frota é totalmente dedicada para essa parceria com a Sascar. E eles vem evoluindo muito. Isso só vem a acrescentar a nossa cultura de segurança, qualidade no serviço, que vem de longa data”, declara Giovani Nichele, sócio administrador da Transportadora Nichele, com sede em Araucária, Paraná. “Um dos custos invisíveis são os acidentes. Eles que podem comprometer a saúde financeira da empresa, podemos perder vidas, causar riscos ambientais. Então a gente tenta prevenir acidentes no nosso transporte com essa tecnologia, com treinamento dos nossos motoristas e capacitando pessoas”, completa Giovani.

    A solução tecnológica Sascar utilizada pelas transportadoras possui uma plataforma única que reúne informações captadas de sensores e atuadores instalados nos veículos. Ela permite que o gestor faça análises sobre o comportamento do motorista, custos com combustível, produtividade dos veículos e pontualidade da entrega, por exemplo. O Gestor consegue por meio dela avaliar sua operação e pôr em prática ações que tragam mais segurança e eficiência para a frota.

    “A gestão eficiente da frota de uma empresa exige um olhar atento para o controle de inúmeras operações. A má condução dos veículos, além de gerar acidentes, pode gerar um aumento de até 20% nos custos com combustíveis, sem falar do não cumprimento dos prazos acordados”, afirma Bruno Portnoi, Diretor de Marketing da Sacar.

    “Nosso objetivo é contribuir para a eficiência e segurança nas estradas e rodovias, desenvolvendo tecnologias que oferecem soluções para um transporte sustentável. Atuamos focados nas necessidades de nossos clientes, para que possam continuar oferecendo serviços com qualidade e segurança”, afirma Bruno.

     

    Sobre a Sascar

    A Sascar, empresa do grupo Michelin especializada em gestão de frotas, oferece soluções tecnológicas para aumentar a produtividade da frota, reduzir custos nas operações, prevenir acidentes, melhorar a dirigibilidade do motorista e recuperar veículos e cargas por todo Brasil. Única empresa com atuação comercial, técnica e pós-venda em todo o país, com um modelo exclusivo de contrato de locação que não demanda investimento em compra de equipamento, nem gastos com manutenção. Presente no Brasil, México, Argentina e Colômbia, a Sascar possui mais de 260 mil veículos conectados, sendo a líder do mercado na América Latina e a sexta no mundo.

    Outras informações acesse www.sascar.com.br

    Telefone: 0300-789-6004

     

    • Central de Roubo
      Sascar: 0800-648-6003 Cargo Tracck: 0800-722-7002
    • Televendas
      0300-789-6004
    • Atendimento
      Sascar:

      4002-6004 (Capitais)

      0800-648-6004 (demais localidades)

      OTR Sascar: 0800-177-202