Preenchendo os campos abaixo um dos nossos consultores entrará em contato para apresentar nossas soluções de acordo com as suas necessidades.




TELEFONES

PERGUNTAS FREQUENTES

FINANCEIRO

LOJA

ÁREA DO CLIENTE

ÁREA DO CLIENTE

SISTEMAS OU PORTAIS

REDE CREDENCIADA

Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação!

Para mais detalhes sobre os tipos de cookies e suas relações com informações pessoais, clique aqui!

Um guia para te ajudar a criar regras de utilização dos seus veículos que vai melhorar a gestão operacional da sua frota

 

Gastando demais com combustível, manutenções, multas e acidentes de trânsito?  Pode ser que seus motoristas não conheçam práticas que podem reduzir significativamente seus custos operacionais. Por isso, é importante criar uma política de frotas: um conjunto de regras que regulamenta o uso dos seus veículos e formaliza os direitos e deveres dos seus condutores, de acordo com as necessidades da sua empresa.

Se sua empresa ainda não tem uma política de frotas saiba como criar uma:

P U B L I C I D A D EFrotas Leves - Velocidade Por Via

1 – Defina quais as funções dos veículos da sua frota

Está claro para você e para seus colaboradores quais os objetivos dos veículos da sua empresa? Ele é um recurso caro para o seu negócio (mesmo com frota terceirizada) e, por isso, deve ter um propósito claro para todos. Imagine, por exemplo, que seus veículos estejam sendo utilizados para a realização de serviços que podem ser feitos online ou para o envio e recebimento de itens, quando há serviços de entrega mais baratos. Por isso, é importante verificar os processos de cada área da sua empresa e reavaliar quais deles realmente precisam de um veículo da sua frota.

2 – Determine quais cargos e operações precisam de um veículo

Depois de definir os objetivos dos seus veículos, distribua-os entre os cargos/funções que mais precisam deles. Mas é importante se atentar para distribuição adequada desse recurso. Afinal, disponibilizar um modelo que tem alto consumo de combustível para um profissional que só se desloca para visitar clientes, pode não ser apropriado.

3 – Verifique se seus profissionais estão aptos para dirigir

É importante garantir que seus colaboradores estejam elegíveis para dirigir seus veículos. Tenha um cadastro com os dados dos seus motoristas atualizado, verificando com frequência número de pontos e a data de validade da CNH.

4 – Crie regras de utilização dos seus veículos

Além das regras do Código de Trânsito Brasileiro, é importante que seus motoristas sejam orientados a práticas que trarão mais segurança e eficiência para a sua operação. Hábitos simples podem evitar o roubo e furto dos seus veículos (saiba mais clicando aqui), reduzir o consumo de combustível e ainda prevenir acidentes (saiba mais clicando aqui).

5 – Faça o diagnóstico dos seus veículos

As revisões estão sendo feitas? É fundamental que seus veículos estejam em perfeitas condições. Problemas de óleo, freios, suspensão e pneus, por exemplo, aumentam o consumo de combustível e podem causar acidentes de trânsito. Caso sua frota seja terceirizada, mesmo que as manutenções regulares sejam de responsabilidade da locadora, é importante que cobre a atenção dos seus condutores para as datas das revisões.

6 – Faça a gestão do comportamento dos seus motoristas

Você sabe como seus motoristas estão dirigindo? O comportamento dos seus condutores está diretamente ligado aos custos operacionais da frota. Alta velocidade, aceleração e frenagens bruscas, por exemplo, aumentam o consumo de combustível e diminuem a vida útil dos pneus, freios, eixos, etc. Sem contar a alta incidência de multas e os riscos de acidentes que

Quer receber mais dicas de gestão de frotas? Clique aqui.

 

P  U  B  L  I  C  I  D  A  D  E
Frotas Leves - Velocidade Por Via